Anibr

Pudim

Carolina Oliveira

31 de ago de 2016


Olá, eu sou nova aqui, usarei o codinome Ravena. O que é muito legal, por que ela fez parte da minha infância, eu tinha até uma capa, sério. Bem, não sei muito bem como começar as coisas, então achei que uma pequena apresentação seria adequada.


Enfim, vamos ao que interessa o entretenimento.

Foi realizada a algum tempo atrás um estudo sobre a presença de ideias “perigosas” em filmes do gênero comédia romântica. Seu autor foi Bjarne Holmes o psicólogo da Universidade Heriot-Watt, na Escócia.
A conclusão quem que ele e sua equipe chegaram é que: filmes românticos reforçam expectativas irreais,
o que aumenta as chances de insatisfação com os relacionamentos do nosso famoso mundo real.

Eu como consumidora de filmes do gênero comédia romântica, tenho que concordar com o estudo.
Não que assistir filmes desse gênero seja ruim, é um passatempo divertido, só que esperar um Heath Ledger cantando Can't take my eyes off you para você é inútil.


Bem, essa pesquisa me fez pensar, muitas pessoas esperam um relacionamento com alguém que você possa confiar e ser plenamente feliz não é mesmo? E os filmes desse gênero nos faz pensar que isso um dia pode acontecer, sempre bom ter esperança.



O grande problema e o que eu quero passar para você escrevendo esse texto é que as vezes torna romântico o que na verdade é obsessão é errado.
E o que vemos no filme Esquadrão Suicida.



Suicide Squad (Esquadrão Suicida) é um filme que se passa no universo da DC. Que saio nos cinemas recentemente, para ser mais exato no dia 4 de agosto de 2016. Nele conta que após a aparição do Superman, a agente Amanda Waller (Viola Davis) está convencida que o governo americano precisa ter sua própria equipe de metahumanos, para combater possíveis ameaças. Equipe que é formada por Pistoleiro (Will Smith), Arlequina (Margot Robbie), Capitão Bumerangue (Jai Courtney), Crocodilo (Adewale Akinnuoye-Agbaje), El Diablo (Jay Hernandez) e Amarra (Adam Beach) E paralelamente, o Coringa (Jared Leto) pois ele não faz parte do esquadrão e sim quer recuperar a Arlequina.

A relação entre Coringa e Arlequina no decorrer dos anos e das HQ e de longe conturbada e abusiva, mas não romântica. Arlequina foi criada por Paul Dini e Bruce Timm em 1992 para o desenho Batman: A série Animada. Dês de então os dois tem essa obsessão um pelo o outro.

E com o filme a Arlequina teve sua primeira aparição nos cinemas. E sua relação com o coringa também. Algumas pessoas em redes sociais estão tornando eles o casal do ano. Porém não acredito que seja assim. O Coringa é o cara mau, o cara mau de verdade. Não o cara mau que tem pinta de mau e que no fundo só está esperando a mulher certa para muda-lo. Ele é mau, ele usa manipula e até mesmo agride a Arlequina. Isso não é amor. E o que ela sente por ele é obsessão e ele retribui.


Não torne a relação do dois algo lindo só por que você acredita que todos os homens podem amar,
dês que viu um vampiro que brilha no sol e se apaixonar pela a menina sem graça da escola.



O início do relacionamento entre o Coringa e a Arlequina é na série animada do Batman dos anos 90.
Onde que começou também o apelido de Pudim. Ela teve início como um personagem totalmente passiva, porém ao decorrer dos episódios ela começou a revidar as grosserias do Coringa.



Eles se conheceram em quando ela trabalhava como psiquiatra de Arkham, em um de seus períodos preso no instituto. Ela já quase matou ele algumas vezes, uma dessas vezes foi na própria animação, quando ela aponta uma arma para o palhaço, que a desafia, dizendo que ela nunca conseguiria fazer aquilo.


Um fato que eu acho que poucas pessoas sabem é que ela e o coringa já tiveram um filho juntos,
melhor filha.

No universo de Injustice. Ela engravida, sabendo que o Coringa não seria o pai do ano, ela some por um ano, e quando volta ele nem sente falta dela. Homens dos sonhos de qualquer mulher (contém ironia).




Então o que aprendemos com o texto de hoje? Que filmes do gênero de comédia romântica é legal para se divertir rir e as vezes até dar uma indireta para o namorado, mas não para tornar a relação do coringa e Arlequina como exemplo.

Então, espero que você tenha gostado, tentarei postar uma vez por semana. Se eu sou ruim em começar
sou pior ainda em terminar. Então tomem bastante água e até mais.

1

 

Todos os direitos Reservados © 2011-2017 AniBR

Desenvolvido por Akuma Design